R. Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro, 528 Lj. 02 - Centro - Niterói/RJ - Brasil - Cep 24030 - 121
Nossos telefones: (21) 2622-1122 /  DISK COTAÇÃO: 0800 - 3001122
  • Facebook Social Icon

EUA anunciam novos requisitos para países participantes de programa de isenção de visto.

 

A decisão terá efeito imediato e afetará beneficiados pelo Programa de Isenção de Visto, que permite os cidadãos de 38 países viajar para os EUA sem a necessidade de visto por um período inferior a 90 dias.

 

O Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira (15) medidas para reforçar fiscalização sobre visitantes procedentes da Europa e de outros países que não precisam de vistos para entrar no território americano por um período limitado de tempo.

Segundo a Associated Press, os países contemplados no programa deverão utilizar as informações antiterrorismo fornecidas pelos norte-americanos para verificar os viajantes que cruzam suas fronteiras - inclusive aqueles que não tenham como destino ou origem os EUA.

A decisão terá efeito imediato e afetará os visitantes beneficiados pelo Programa de Isenção de Vistos (VWP, na sigla em inglês), que permite os cidadãos de 38 países viajar para os EUA sem a necessidade de visto por um período inferior a 90 dias. Calcula-se que o programa beneficia cerca de 20 milhões de pessoas anualmente.

"Os Estados Unidos enfrentam um inimigo adaptável e ágil, na medida em que os terroristas seguem estudando as vias para entrar em nosso país e conduzir, possibilitar ou inspirar ataques contra nós", afirmou a pasta em um comunicado, justificando as mudanças.

O Departamento de Segurança Nacional disse que espera colaboração dos demais países, mas cogita aplicar diferentes medidas contra aqueles que não cumprirem as exigências. Entre essas iniciativas está a possibilidade de excluir o país do programa de isenção.

 

Conscientização

 

Representantes do Departamento de Segurança Nacional indicaram que os EUA exigiram que Portugal, Hungria, San Marino e Grécia iniciem uma campanha para informar aos seus cidadãos sobre as regras que devem ser cumpridas para se beneficiar do programa de isenção.

Mais de 2% dos cidadãos desses quatro países ficam nos EUA sem autorização além do período de estadia máxima permitido. Por isso, o governo de Donald Trump pediu que medidas sejam tomadas. Uma possibilidade, segundo a Reuters, é punir aqueles que ultrapassam o período permitido de forma que eles não possam mais viajar para os EUA sem emitir visto.

"Essa campanha informativa deve explicar quais são as regras para quem é admitido nos EUA e quais são as consequências para aqueles que não cumprirem [as normas]", explicou um funcionário americano à agência de notícias Efe.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

January 31, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload